domingo, 9 de abril de 2017

ALMI EXPLORER – Crude oil tanker, descarregando crude no Terminal Oceânico. Chegada no dia 5 de Abril cerca das 9h, partida no dia 6 cerca das 17 h.  


TERMINAL OCEÂNICO DA GALP, em Leça da Palmeira. A refinaria da Galp, em Matosinhos, tem um sistema que permite aos petroleiros descarregar sem entrar no Porto de Leixões, através de uma monobóia (cor amarela) com uma ligação de mais de 3 quilómetros a terra. Alguns detalhes da MONOBOIA: Diâmetro – 12,0 mt Diâmetro interior – 3,552 mt . Caudal de descarga – 7.800m3/hr. Fundeada com 12 amarras.

NOTA EXPLICATIVA DAS IMAGENS: O navio é o ALMI EXPLORER, com o IMO 9579547, bandeira da Libéria, ano 2013, com um PB de 157.787 t, medidas 274 m x 48.04 m, e está ligado à Monoboia  para descarregar crude.. As imagens são capturadas de terra, portanto a cerca de 4 kms. O navio não oferece sempre a mesma vista, porque depende do estado do mar e do vento. Para assegurar a estabilidade da operação, está o tempo todo perto do navio um TUG especial, o “Castelo de Óbidos”, que permanece no local enquanto é feita a descarga total do crude, até à partida do navio.
OBS: Através de 14 imagens pretende-se que o leitor fique integrado nesta delicada operação, na qual o navio está de proa constantemente virada para orientações cardiais ou colaterais diferentes, e é visível como no dia da chegada, nem se vislumbra quase a linha de água, por ele vir muito carregado, e no dia da partida a linha de água estar muito acima da superfície do mar.
















sexta-feira, 31 de março de 2017

WATER LILY - Uma perspectiva de ângulo diferente

WATER LILY - Wood Chips Carrier - atracado no Porto de Leixões - bandeira Panamá - ano 2014.
Detalhes: Imo 9608221, MMSI 351251000, medidas 209.9 m x 32.26 m,
Deadweight  57.070 t, calado à entrada 9.77, calado à saída 7.46.

OBS: Clicando em cima da foto,  surgirá a ampliação.

WATER LILY - Um imponente navio de carga específica

WATER LILY - Wood Chips Carrier - atracado no Porto de Leixões - bandeira Panamá - ano 2014.
Mais detalhes: Imo 9608221, MMSI 351251000, medidas 209.9 m x 32.26 m,
Deadweight  57.070 t, calado à entrada 9.77, calado à saída 7.46.
Clicar em cima da foto, e surgirá a ampliação.


quinta-feira, 30 de março de 2017

WATER LILY - Wood Chips Carrier - atracado no Porto de Leixões - bandeira Panamá - ano 2014

Mais detalhes do WATER LILY: Imo 9608221, MMSI 351251000, medidas 209.9 m x 32.26 m,
Deadweight  57.070 t, calado à entrada 9.77, calado à saída 7.46.
São aqui editadas 2 imagens: Uma do navio só, e outra que inclui outro navio, o TEJO ALGES, que ao lado parece um pigmeu, com 89.99 m x 15.2 m, 4,247 t, calado à entrada 5.4 e calado à saída 4.0.
Compare-se então, além do aspecto da foto, as características de cada navio.
CLICAR EM CIMA DA FOTO, PARA A AMPLIAR. Ver em ecrã completo.


quarta-feira, 29 de março de 2017

E-SHIP 1 - Saindo de Leixões, ao fim da tarde. VER EM ECRÃ COMPLETO. Na 2ª foto repare-se na descida do piloto da APDL para a lancha.

E-SHIP 1 - Saindo de Leixões, mesmo ao fim da tarde, e assim, quase que não havia luz para efectuar a captura de imagem. VER EM ECRÃ COMPLETO. Nota: Repare-se na saída do piloto na 2ª foto.
Dada a excentricidade do navio, segue-se uma descrição pormenorizada: Carga geral - IMO: 9417141 MMSI: 218108000 Bandeira: Alemanha [DE]
AIS Tipo do navio: Cargo. Arqueação Bruta:12968 Peso morto: 10020 t
Comprimento Total x Largura Extremo:130.42m × 22.62m
Ano de construção: 2010 Status...: Ativo
O E-Ship 1 é um navio de carga RoLo que fez a sua primeira viagem com carga em Agosto de 2010. É propriedade do terceiro maior fabricante de turbinas eólicas, a alemã Enercon GmbH. É usado para transportar componentes de turbinas eólicas. O E-Ship 1 é um navio Flettner : quatro grandes rotores que sobem do seu convés são rodados através de uma ligação mecânica com as hélices do navio. As velas, ou rotores de Flettner, ajudam a propulsão do navio por meio do efeito de Magnus - a força perpendicular que é exercida em um corpo de giro que se move através de uma corrente fluida.



terça-feira, 28 de março de 2017

CRIPTA do Santuário de Nossa Senhora do Sameiro, em Braga - 2ª parte (de 2)

CRIPTA do Santuário de Nossa Senhora do Sameiro, em Braga - 2ª parte.

Nota: A 1ª parte continha 12 fotografias, esta contém 11. É essencial ler a descrição dessa 1ª parte.











da 1ª parte, para assim se entender o que se está a visionar.

CRIPTA do Santuário de Nossa Senhora do Sameiro, em Braga - 1ª parte


CRIPTA DO SANTUÁRIO DE NOSSA SENHORA DO SAMEIRO, EM BRAGA.

1ª PARTE - Iniciando a visita pelo lado esquerdo quem entra (as duas primeiras
fotos), o Altar-mor, e depois então a fachada do lado esquerdo e continuação
para a direita.

De grande dimensão, e com as paredes recheadas de trabalhos muito interessantes,
uns deles focando a divulgação, por parte dos portugueses, de Nossa Senhora
pelo mundo todo, e outros trabalhos referentes a factos da vida de Jesus e Sua Mãe,
aqui se traz esta reportagem das imagens recolhidas, que, devido ao seu nº, 23, é dividido
em 2 partes. A ver com atenção, procurando ler o que está escrito em cada imagem.

CLICANDO EM CIMA DA 1ª FOTO, ELA SURGIRÁ AMPLIADA, E AS FOTOS
RESTANTES, SERÃO ENTÃO VISIONADAS SEQUENCIALMENTE.














segunda-feira, 27 de março de 2017

B GAS MAUD - Navio de transporte de gas liquefeito, partindo de Leixões, tendo que efectuar uma rotação de 180 graus, para sair de frente para o mar.


DETALHES DO NAVIO
IMO: 9363522

MMSI: 357426000

Indicativo de Chamada:3EGE3

Bandeira: Panamá [PA]

AIS Tipo do navio: Tanker - Hazard B

Arqueação Bruta: 4279

Peso morto: 5073 t

Comprimento Total x Largura Extrema:99.98m × 17.5m

Ano de construção: 2006

Status: Ativo
Entrou de frente, pelo que, como assim atracou, ficou de popa para a saída da barra, tendo quando da partida de efectuar a rotação de 180 graus, iniciando-a com uma marcha à ré, para então rodar para a esquerda. Ver com detalhe as 7 imagens que se seguem, clicando na 1ª, e depois, sequencialmente, nas miniaturas que aparecem em baixo.